ficha_tecnica
Aumentar fonte Diminuir fonte

Cultura Gastronômica

BAR AMARELINHO DA CINELÂNDIA

Slide 1
Slide 2
Slide 3
Slide 4
Slide 5
Slide 6
Slide 7
3 1 2 4 5 6 7

A Cinelândia concentra um dos mais belos conjuntos arquitetônicos de influência europeia no Rio de Janeiro, e sempre foi ponto de encontro de artistas, militantes de diversas cores e toda sorte de intelectuais. Lá foi fundado, em 1921, o Amarelinho, que se mantém até hoje no mesmo endereço e coleciona um baú de lembranças que fazem parte da história da cidade. São infinitos os episódios testemunhados por quem acompanhou acontecimentos marcantes, rememorados pelos frequentadores e antigos funcionários. Até hoje, turistas nacionais e estrangeiros que passam pelo Amarelinho, ao irem embora, pedem para levar qualquer lembrancinha que seja, de uma xícara a um guardanapo que tenha o logotipo do bar e sirva como prova de que lá estiveram.

Nas mesas espalhadas pela calçada, os clientes apreciam o movimento cotidiano, como se estivessem em camarotes. Em época de Carnaval, a concentração de foliões começa a partir das 8h, aguardando o desfile do Cordão da Bola Preta. Há também os saudosistas, que aparecem para lembrar outras épocas de suas vidas, e os que vão para afogar as mágoas ou comemorar alguma coisa. Em ambos os casos, já aconteceu do garçom levá-los para casa de táxi, uma solidariedade típica de cariocas.

Para atender clientes de muitas procedências, nada melhor que um variado cardápio, com pratos fartos que geralmente dão para duas pessoas. Os mais pedidos são a feijoada, servida às sextas-feiras, o churrasco misto, a picanha e o cozido, servidos às quintas-feiras. O chope é muito bem tirado, combinando com a farta porção de batatas fritas, entre outros petiscos, dos quais o carro-chefe é o frango à passarinho, seguido pela concorrida  codorna.

O bar expõe em suas paredes uma galeria de recordações, como fotos antigas, quadros com dedicatórias, frases, prêmios e diplomas recebidos. No clima de “recordar é viver”, o Amarelinho continua sendo um programa muito agradável, mesmo para aqueles que comparecem apenas para apreciar a magnífica paisagem urbana e humana, esta em seu vaivém constante.

10h às 24h - diariamente
(dependendo do movimento, vai até mais tarde)

Preços variados

A partir de R$ 2,50 (café tradicional)

Maiores de idade

Carro, Metrô (Estação Cinelândia), Ônibus

86 - F6

Informações:

Praça Floriano, 55 / loja B (Cinelândia) - Centro (21) 3549- 8434 / (21) 3549-3311

Site: http://www.amarelinhodacinelandia.com.br
E-mail: amarelinhodacinelandia@gmail.com