ficha_tecnica
Aumentar fonte Diminuir fonte

Centros de Educação e Cultura

CASA FRANÇA-BRASIL

Slide 1
Slide 2
Slide 3
Slide 4
Slide 5
Slide 6
Slide 7
Slide 8
Slide 9
8 1 2 3 4 5 6 7 9

A bela edificação em estilo neoclássico, uma das primeiras projetadas pelo arquiteto da Missão Artística Francesa Grandjean de Montigny, foi inaugurada em maio de 1820 por D. João VI como a Praça de Comércio do Rio de Janeiro. Quatro anos depois, D. Pedro I transformou o imóvel em Alfândega, assim permanecendo até 1944. Desde então, foi usada para várias outras instituições e funções, até a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro conseguir recursos brasileiros e franceses para restaurar o significativo patrimônio histórico e criar no local um centro cultural, inaugurado em 1990 como Casa França-Brasil.

No período entre 1990 e 2008, a Casa realizou importantes exposições de consagrados artistas modernos, como Eliseu Visconti, Juan Miró, Cícero Dias e Franz Weissmann, entre outros. Mostras de fotografia com ícones como Sebastião Salgado e Cartier-Bresson fizeram parte da programação eclética predominante naquela fase. Entre os eventos de maior público, destacam-se as exposições Picasso, Leonardo da Vinci, Miró e Teatro de Debret.

A partir de 2008, a Casa passou por uma reforma física e estrutural, redefinindo sua missão institucional e o foco da curadoria passou a ser direcionado para a divulgação da arte e cultura contemporâneas. Nesta nova fase, a Casa vem realizando eventos diversificados também relacionados com música, literatura, teatro, design e gastronomia, que harmonicamente compartilham do amplo espaço onde expoentes da arte contemporânea fazem suas exposições individuais. A Casa França-Brasil também é pioneira em seu regime administrativo, gerida por uma Organização Social (OS), a OCA Lage, que também é responsável pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Uma das grandes mostras que marcaram a nova gestão — Artevida, com curadoria de Adriano Pedrosa — abarcou também outras instituições, como a Biblioteca Parque e o Museu de Arte Moderna (MAM), resultando em recorde de público.

Além do magnífico salão central, com suas belíssimas colunas, arcos ornamentados e piso de pedra, onde são montadas quatro grandes exposições anualmente e que pode ser alocado para eventos privados, a Casa dispõe de espaços de convivência, como a Sala de Leitura, que oferece um rico acervo sobre arte contemporânea doado por instituições culturais e artistas. O arranjo físico da sala permite a realização de palestras e oficinas promovidas pelo setor educativo, que também realiza visitas mediadas para grupos, com agendamento.

Para completar, a Casa conta com um lindo bistrô em uma área externa bastante aprazível, o Crepe Noveau Art, comandado pelo chef Olivier Cozan, que oferece crepes, pratos especiais, sanduíches e um ótimo café, ficando aberto nos dias e horários do centro cultural.

10h às 20h - 3ª a domingo

Gratuito

Todas as idades

Rampa, Banheiro para cadeirantes

Carro, Metrô (Estação Uruguaiana), Ônibus

1 - F3

Informações:

Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro
(21) 2332-5120 (informações)
(21) 3257-1821 (agendar visitas para grupo)
(21) 3257-1815 (aluguel do espaço para eventos)

Facebook: Casa França-Brasil
Twitter: @CasaFRBrasil
Site: http://www.casafrancabrasil.rj.gov.br
Agendar visitas para grupos:
E-mail: educativo@casafrancabrasil.rj.gov.br
E-mail: educativo@eavparquelage.org.br
Alugar o espaço para eventos:
E-mail: eventos@casafrancabrasil.rj.gov.br