ficha_tecnica
Aumentar fonte Diminuir fonte

Música e Arte

CIRCO VOADOR

Slide 1
Slide 2
Slide 3
Slide 4
Slide 5
3 1 2 4 5

Palco que entrou para a história, o Circo Voador simboliza o que há de mais intenso na união da arte com a cultura do entretenimento. Sua inauguração em 15 de janeiro de 1982, quando pousou sua lona em plena praia do Arpoador, marcou um verão em que ainda se vivia a ditadura. A ousadia de um grupo de artistas sonhadores, que pretendia ficar ali por um mês fazendo a mais pura arte, acabou se estendendo até março, quando foi desmontado pela fiscalização. Mesmo assim, seus idealizadores, liderados por Perfeito Fortuna, continuaram batalhando por um espaço até conseguirem, em outubro do mesmo ano, reerguer o Circo Voador em um terreno cedido pela prefeitura, junto aos Arcos da Lapa, onde estão instalados até hoje.

Foram tempos áureos de muitas atividades culturais e shows marcantes, que impulsionaram a carreira de vários artistas e agitaram as noites cariocas. A trupe seguia feliz, até que em 96, por ordem do prefeito que alegou irregularidades, foi fechado e assim permaneceu por oito longos anos. Felizmente, o movimento iniciado por Maria Juçá — diretora do Circo Voador — para trazer o espaço de volta, ganhou voz e, em 2002, por determinação judicial, a prefeitura teve que reconstruir o Circo, que foi reinaugurado em 22 de julho de 2004 e não parou mais de compartilhar alegria, arte, cultura, educação e projetos sociais.

Além da produção de inúmeros shows, a turma do Circo Voador dedica sua incansável energia para fazer o bem através de projetos incríveis, como por exemplo o de uma creche-escola, criada em 94 e que mesmo com o fechamento do Circo continuou funcionando a poucos metros, na Rua André Cavalcanti, onde atendem uma centena de crianças, com atividades educativas, culturais e esportivas, além de três refeições diárias. Cursos livres sempre foram oferecidos — a preços bem acessíveis e com algumas bolsas de estudo — especialmente para os jovens, compondo hoje a Escola Livre de Artes: Abadá Capoeira, Acrobacia Aérea, Bloco Quizomba!, Cia. Livre Acesso, Danças Populares, Oficina Orquestra Voadora, Oficina Pernas Voadoras e Oficina de Ritmos Populares. Outro projeto social de sucesso é a Estação Circo Voador, na rua Joaquim Silva, que oferece cursos gratuitos de inglês, espanhol, informática, matemática, redação, etc. para alunos da pré-adolescência à terceira idade. No espaço é cultivada uma horta que também atende os vizinhos da rua na Lapa. Além do apoio de parceiros, muitos dos projetos são mantidos com a bilheteria dos shows realizados no Circo.

Uma equipe de jovens profissionais também se encarrega de registrar todo o acervo de memórias do Circo Voador, que está disponível para download no site oficial. Um livro também foi escrito por Maria Juçá, o “Circo Voador — A Nave”, com relatos preciosos. Além disso, o documentário “A farra do Circo”, de Roberto Berliner, registra imagens memoráveis deste histórico espaço, que em junho de 2015 reviveu seu pioneirismo surpreendendo os cariocas com uma réplica de sua lona original montada por três dias no Arpoador, onde rolou muitos shows, emoção e poesia, para lembrar que o sonho nunca acaba e sempre pode voltar.

12h às 19h - 3ª e 5ª
12h às 24h - 6ª feira
14h às 24h - sábados (bilheteria)

horários de abertura conforme programação dos eventos
(os cursos têm dias e horários variados; consultar o site)

Preços variados (shows e cursos)

Todas as idades

Rampa de acesso à arquibancada

Carro, Metrô (Estação Cinelândia), Ônibus

45 - E6

Informações:

Rua dos Arcos, s/n – Centro
(21) 2533-0654

Facebook: Circo Voador
Twitter: @circo_voador
Site: http://www.circovoador.com.br
Site: http://novasdocirco.blogspot.com.br
E-mail: eventos@circovoador.com.br