ficha_tecnica
Aumentar fonte Diminuir fonte

Museus

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO

Slide 1
Slide 2
Slide 3
Slide 4
Slide 5
Slide 6
Slide 7
Slide 8
Slide 9
Slide 10
6 1 2 3 4 5 7 8 9 10

O Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) foi fundado em 1838 com o objetivo de preservar a cultura nacional de forma tríplice: estimulando os estudos históricos, geográficos e de ciências sociais sobre o Brasil; reunindo um grande acervo representativo da memória do nosso país; divulgando e compartilhando essas informações.

A instituição tem sede própria, aberta ao público para visitação e pesquisa. Suas dependências incluem os Setores Técnicos de Biblioteca, Hemeroteca, Mapoteca, Arquivo, Iconografia, Museu, além de Sala de Leitura, Núcleos de Pesquisas, auditórios e terraço panorâmico.

A Biblioteca possui milhares de títulos, com obras dos séculos XVI ao XXI, em diversos idiomas, muitas delas doadas pelo imperador D. Pedro II, como a preciosa “Coleção Teresa Cristina” e um conjunto de documentos tombados pela UNESCO como Patrimônio Mundial. A Hemeroteca contém periódicos do século XVII em diante, a “Revista do IHGB, a mais antiga publicação contínua das Américas, cujo primeiro número foi lançado em 1839. O Arquivo reúne milhares de documentos manuscritos, oficiais e particulares, inclusive peças autografadas de D. Pedro II.

O acervo iconográfico  é constituído de gravuras, litografias, caricaturas, fotografias e outras imagens do Brasil e do exterior. A Mapoteca é composta de uma coleção cartográfica com mapas e atlas do Brasil e do mundo. Todas estas valiosas raridades estão à disposição do público para consulta em confortável sala de leitura ou pela internet, no caso de material digitalizado.

Outro setor que vale a pena conhecer é o Museu do IHGB, com visitas agendadas. Possuindo um acervo diversificado, o Museu descreve a trajetória do Instituto e exibe peças de valor histórico e artístico, como pinturas, louças brasonadas, condecorações, arte popular brasileira e objetos raros, a exemplo da pá de prata e do carrinho de mão feito em jacarandá com detalhes em prata que foram usados na abertura da primeira estrada de ferro do Brasil. Ainda na área do Museu, é possível apreciar, por uma vidraça, um dos auditórios do IHGB, o Salão Nobre, que pode ser frequentado no 11º andar. Com decoração requintada, exibe a enorme pintura ”Coroação de Pedro II”, de Manuel de Araújo Porto Alegre, o Marco da Cananeia (pedra com as armas de Portugal, datada dos primeiros anos do século XVI) e a cadeira usada pelo imperador, quando presidia as sessões do Instituto.

Existem outros dois auditórios, e às quartas-feiras são realizadas reuniões abertas ao público. Por toda a instituição podem ser apreciadas obras de arte como esculturas, pinturas e fotografias. Eventos especiais, exemplificando com lançamentos de livros e exposições, são realizados na cobertura, da qual se tem uma bela vista panorâmica do centro da cidade e da Baía de Guanabara.

Os membros do IHGB utilizam seu precioso acervo e apresentam e debatem temas de natureza científica e cultural. A Diretoria e os membros do Quadro Social fazem trabalho totalmente voluntário, sem nenhuma remuneração — caso de qualquer atividade do Quadro Social. Em outubro de 2015, o IHGB completa 177 anos de atividades ininterruptas, buscando o melhor conhecimento de nosso país e compartilhando seus resultados com a sociedade.

9h30 às 17h
(secretaria e sala de leitura)

12h às 17h - 2ª a 6ª
(museu)

*agendar visitas para o museu

Gratuito

Todas as idades

Elevador

Carro, Metrô (Estação Cinelândia), Ônibus

120 - F7

Informações:

Rua Augusto Severo, 8 / do 9º ao 13º andar - Centro
(21) 2252-4430 / (21) 2509-5107

Site: http://www.ihgb.org.br
E-mail: secretaria@ihgb.org.br