ficha_tecnica
Aumentar fonte Diminuir fonte

Museus

MUSEU DE ARTE MODERNA (MAM) RIO

Slide 1
Slide 2
Slide 3
Slide 4
Slide 5
Slide 6
Slide 7
Slide 8
Slide 9
Slide 10
7 1 2 3 4 5 6 8 9 10

Muitos pensam que o projeto desta instituição cultural, uma das mais importantes do Brasil, é de Oscar Niemeyer, mas quem projetou o Museu de Arte Moderna (MAM) foi o arquiteto Affonso Eduardo Reidy. Outra curiosidade é que o Museu foi fundado em 1948, antes mesmo de sua sede ter sido construída, e funcionou primeiramente em duas salas comerciais cedidas pelo Banco Boavista.

Na gigantesca edificação, os três amplos andares abrigam exposições tanto permanentes quanto temporárias. O acervo do Museu, junto aos comodatos das coleções Gilberto Chateaubriand e Joaquim Paiva, conta com aproximadamente 15 mil obras de incalculável valor, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias e instalações.

Além das exposições, o MAM promove atividades educativas, cursos e palestras, eventos infantis e visitas guiadas para grupos, escolares ou não, que devem ser agendadas. O Bloco Escola abriga uma exposição permanente que conta a história do Museu, com uma maquete do conjunto arquitetônico e uma coleção de peças gráficas relativas às mostras de diversas épocas que marcaram a trajetória do MAM. O preço do ingresso às exposições é quase simbólico, e aos domingos vigora o ingresso família, quando entram até cinco membros pelo preço de um. Nas quartas-feiras, após as 15h, a entrada é gratuita para o público.

Situado em meio aos esplêndidos jardins projetados pelo paisagista Roberto Burle Max, o MAM conta com outras áreas de convivência. Uma delas é a loja de objetos de design assinado, que oferece desde pequenas lembranças até grandes peças de mobiliário, todas reproduções de obras criadas por designers. No quesito gastronomia, o visitante pode escolher entre um fino cardápio no restaurante Laguiole ou o descontraído e acolhedor ambiente da cafeteria situada no primeiro piso do Bloco Escola, que oferece lanches mais em conta e opções de almoço executivo. 

A Cinemateca do MAM é uma atração à parte, com suas sessões gratuitas e uma seleção de títulos feita para agradar aos cinéfilos de plantão: filmes de festivais internacionais, documentários, mostras comemorativas, curtas e longas de vários estilos. Não fora bastante, a Cinemateca ainda promove, uma vez por mês, uma inusitada sessão com filmes mudos acompanhados de música ao vivo, tocadas ao piano.

Fazem também parte do complexo arquitetônico do MAM o amplo teatro concluído em 2006, que funciona como uma casa de shows, e uma área no andar superior do Bloco Escola, utilizada para festas ou eventos especiais. O MAM também é parceiro do projeto Música no Museu e recebe eventuais concertos abertos ao público.

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro é, por si só, uma grandiosa obra de arte, que merece ser apreciada sob todos seus ângulos, tanto internos, com sua programação de conteúdo artístico e cultural de primeira, quanto externos, pela fantástica arquitetura cercada de belezas naturais. Este é, sem sombra de dúvida, um programa imperdível para cariocas e visitantes de todas as idades.

12h às 18h - 3ª a 6ª
11h às 18h - sábados, domingos e feriados

(a bilheteria fecha às 17h30)
(agendar visitas para grupos)

R$ 14 (inteira)
R$ 7 (meia-entrada para estudantes e maiores de 60 anos)
Gratuidade (4ª feira, após 15h)
R$ 14 - (ingresso família, aos domingos, para até cinco membros)
(Exposição)

R$ 8 (inteira)
R$ 4 (meia-entrada para estudantes e idosos)
(sessões de cinema)

Todas as idades

Rampa, Banheiro para cadeirantes, Elevador

Carro, Metrô (Estação Cinelândia), Ônibus

123 - F7

Informações:

Avenida Infante Dom Henrique, 85
(21) 3883-5600
Agendar visitas para grupos escolares:
educarte@mamrio.org.br

Facebook: Museu de Arte Moderna RJ
Twitter: mam_rio
Instagram: euvoceeomam
Site: http://www.mamrio.org.br
E-mail: atendimento@mamrio.org.br