ficha_tecnica
Aumentar fonte Diminuir fonte

Artes Cênicas

TEATRO RIVAL PETROBRAS

Slide 1
Slide 2
Slide 3
Slide 4
Slide 5
3 1 2 4 5

Inaugurado em março de 1934 com a comédia “Amor”, estrelada pela grande Dulcina de Moraes, o Teatro Rival tem recebido, desde então, os maiores expoentes do cenário teatral e musical brasileiros, sendo também o mais antigo teatro de iniciativa privada que se mantém atuante na cidade.

Foram muitos momentos marcantes, como os que resgataram o teatro de revista e os que emplacaram divertidos espetáculos de travestis produzidos por Américo Leal, proprietário do teatro a partir de meados da década de 1960. Entre as peças que marcaram época, vale lembrar “Dona Xepa”, de Pedro Bloch, com Alda Garrido, que atraiu um grande público e foi encenada mais de 500 vezes, chamando atenção de ninguém menos que Nelson Rodrigues. Ao perguntar o por quê daquela fila enorme e descobrir com espanto que era por conta do teatro, afirmou que ia “Deixar de ser jornalista para ser escritor de peças“.

A partir de 1990, a filha de Américo, a atriz Ângela Leal, assumiu o teatro herdado pelo pai e uma das medidas adotadas foi abrir o palco para shows de MPB. Sábia decisão, que atraiu muitos fãs e recebeu artistas renomados de vários gêneros musicais. A direção do teatro respeita a diversidade cultural e privilegia todos os setores da música brasileira de qualidade, não importa o gênero, assim como novos talentos sempre são bem-vindos.

Ao obter um providencial patrocínio, o ano de 2002 marcou o destino do teatro, que passou a se chamar Teatro Rival Petrobras. O subsídio possibilita que grande parte dos ingressos custe a metade do preço em alguns dias, tornando as apresentações ainda mais acessíveis.

A programação é cada vez mais intensa, oferecendo espetáculos nos mais diversos estilos, e a estrutura da sala permite que o espectador veja o artista que está se apresentando bem de perto, independente do lugar onde esteja. O ambiente diferenciado inclui o Bar e Café Rival, cujo  cardápio oferece bebidas e petiscos batizados com nomes de grandes artistas que por lá passaram. Lembranças, CDs e outros itens, comercializados na lojinha, criam um ar intimista que agrada muito ao público. Uma vez por mês, em um sábado, é realizada a concorrida Feijoada da Tia Surica, com muita música, boa comida e alegria.

A sucessão familiar da casa será, em breve, da filha de Ângela, a também atriz Leandra Leal, que já vem ajudando em várias produções e promete ainda mais novidades para manter sempre vivo este palco da cultura brasileira.

Todas as idades (Checar a faixa etária dos espetáculos)

Carro, Metrô (Estação Cinelândia), Ônibus

Documento de identificação, Carteira de estudante

77 - F6

Informações:

Rua Álvaro Alvim, 33-37 (subsolo) – Centro
(21) 2240-4469

Site: http://www.rivalpetrobras.com.br